Suelen de Barros Sampaio

Suelen de Barros Sampaio

Biólogo

São Bernardo do Campo, SP

Mestranda em Bioquímica e Biologia Molecular na Universidade de São Paulo. Possui graduação em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Fundação Santo André - CUFSA.(2015).

Continuar lendo

Acadêmico

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação acadêmica

Mestrado em Bioquímica e Biologia Molecular

2017 - 2019

Universidade de São Paulo
Título: Produção, purificação e caracterização da enzima lacase do fungo Cochliobolus sativus.,Ano de Obtenção: 2019
Felipe Santiago Chambergo Alcalde.Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil. Palavras-chave: Lacase; Enzimas oxidorredutases; Fungo; Biomassa Lignocelulósica; Cochliobolus; Bagaço. Grande área: Ciências BiológicasGrande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biotecnologia. Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Microbiologia. Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.

Graduação em Ciências Biológicas

2012 - 2015

Centro Universitário Fundação Santo André
Título: Clonagem e expressão do sitio N- catalitico da enzima conversora de aniotesina.
Orientador: Regina Affonso
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Formação complementar

2006 - 2008

Técnico em Administração e Contabilidade. , Escola Técnica Estadual Lauro Gomes, ETEC Lauro Gomes, Brasil.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Idiomas

Inglês

Compreende Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.

Espanhol

Compreende Bem, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.

Português

Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Áreas de atuação

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.

    Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia / Subárea: Bioquímica.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Participação em eventos

Apresentação.Produção, purificação e caracterização da enzima lacase do fungo Cochliobolus sativus. 2019. (Outra).

XLVII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq). Expression of oxidases enzymes from Cochliobolus sp.. 2018. (Congresso).

Semana da Ciência e Tecnologia, arte e cultura. (USP).Enzimas oxidorredutases do fungo Cochliobolus sp.. 2017. (Seminário).

XLVI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (SBBq). Cloning and heterologous expression of oxidases enzymes from cochliobolus sp.. 2017. (Congresso).

Workshop de Jornalismo Ambiental - projetos Albatroz, Baleia Jubarte, Coral Vivo, Golfinho Rotador e Tamar. 2016. (Encontro).

2ª Mostra de TCCs dos alunos do curso de Ciências Biológicas.Expressão do sítio N-catalítico da enzima conversora de angiotensina I. 2015. (Outra).

Ensaio Imunológico - ELISA na II Semana de Biologia. 2015. (Oficina).

Treinamento Inicial de Radioproteção - IPEN. 2015. (Oficina).

Aula Exploratória - Zoológico de São Paulo. 2014. (Exposição).

Catástrofes colossais: o que as extinções em massa podem nos ensinar sobre impactos ambientais. 2014. (Seminário).

Criação e manejo de répteis. 2014. (Seminário).

Gerenciamento de áreas contaminadas: uma questão de saúde pública. 2014. (Seminário).

Introdução à análise filogenética de sequências virais. 2014. (Seminário).

Princípios de Hematologia - Semana da Biologia - FSA. 2014. (Oficina).

Radicais Livres e envelhecimento: aspectos neurológicos. 2014. (Seminário).

Técnicas Histológicas - Semana da Biologia - FSA. 2014. (Oficina).

Tecnologias para detecção de alterações genéticas em Reprodução Humana Assistida. 2014. (Seminário).

Aula Exploratória - Sabina Escola Parque do Conhecimento. 2013. (Exposição).

Estudo de Campo - Parque Estadual Petar. 2013. (Outra).

Estudo de Campo - Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba. 2013. (Outra).

Simpósio da Educação. 2013. (Simpósio).

Ensaio Imunológico ELISA - Semana de Ciências -FSA. 2012. (Oficina).

Estudo de Campo - Elementos de Geologia. 2012. (Outra).

Extração de Óleos Essenciais - Semana de Ciências - FSA. 2012. (Oficina).

Princípios de Hematologia - XXIV Semana de Ciências - FSA. 2012. (Oficina).

Técnicas Histológicas - XXIV Semana de Ciências - FSA. 2012. (Oficina).

Treinamento ministrado nas instalações do Sabina. 2012. (Oficina).

XXIV Semana de Ciências - FSA. 2012. (Encontro).

Aula Exploratória - Instituto Butantan. 2011. (Exposição).

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Comissão julgadora das bancas

Luiz Paulo Moura Andrioli

ANDRIOLI, L. P.; ALCALDE, F. S. C.. Enzimas oxidorreductases do fungo Cochliobolus sp. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Bioquímica e Biologia Molecular EACH/USP) - Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP.

Roberto Kopke Salinas

Chambergo, Felipe S.; LAPORTA, M. Z.; COSTA, S. M.;SALINAS R.K.. Produção, Purificação e Caracterização da enzima lacase do fungo Cochilobolus sativus. 2019. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade de São Paulo.

Sirlene Maria da Costa

SAMPAIO, S. B.; ALCALDE, F. S. C.; LAPORTA, M. Z.; SALINAS, R. K.;COSTA, S. M.. Produção, purificação e caracterização da enzima lacase do fungo Cochilobolus sativus. 2019. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Bioquímica e Biologia Molecular) - Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.

Sirlene Maria da Costa

ALCALDE, F. S. C.;COSTA, S. M.; FRANCOY, T. M.. Enzimas oxidorredutases do fungo Cochliobolus sp.. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Bioquímica e Biologia Molecular) - Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Foi orientado por

REGINA AFFONSO

Caracterização estrutural e funcional do sítio catalítico da região N-domínio da enzima conversora de angiotensina humana; 2016; Dissertação (Mestrado em Mestrado) - Instituo de Pesquisas Energéticas e Nucleares,; Orientador: Regina Affonso;

Felipe Santiago Chambergo Alcalde

Produção, purificação e caracterização da enzima lacase do fungo Cochliobolus sativus; 2017; Dissertação (Mestrado em Bioquimica e Biologia Molecular) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; Orientador: Felipe Santiago Chambergo Alcalde;

Seção coletada automaticamente pelo Escavador

Projetos de pesquisa

  • 2018 - 2019

    Produção, purificação e caracterização da enzima lacase do fungo Cochliobolus sativus., Descrição: O aumento na demanda mundial por etanol atrelado a preocupações ambientais relacionadas ao desbalanceamento de carbono na atmosfera em decorrência da utilização de combustíveis fósseis, impulsionou o interesse por combustíveis renováveis. O bagaço da cana-de-açúcar é constituído principalmente por lignina, hemicelulose e celulose, estes dois últimos podem ser decompostos e fermentados em etanol. Durante a hidrólise da biomassa lignocelulósica ocorre a ação sinergética de um complexo enzimático para obter os açúcares solúveis fermentáveis, no qual recentes pesquisas têm demonstrado a importância das enzimas oxidorredutases na despolimerização da lignina. O objetivo desse estudo foi identificar o fungo filamentoso BBF210, avaliar sua utilização na produção de lacase em meio de cultura contendo bagaço de cana-de-açúcar, purificar e caracterizar a oxidorredutase deste fungo, além de expressar e purificar a enzima lacase recombinante. Por análise de taxonomia clássica e molecular o fungo filamentoso BBF210 foi identificado como produtor de enzimas oxidorredutases, pertencente à espécie Cochliobolus sativus. A análise computacional do genoma de C. sativus, permitiu a identificação do cDNA do gene com 1575 pb, que codifica a putativa enzima lacase de 524 aminoácidos e massa molecular estimada em 57,7 kDa. O gene foi sintetizado e clonado nos vetores (pET, pTrc e pFLAG), para expressão em E. coli. A enzima lacase recombinante foi expressa e purificada. O fungo C. sativus foi avaliado quanto à sua capacidade de produzir oxidorredutases em meio de cultura MSB (caldo de cultura com sais minerais) contendo 0,5% de bagaço de cana-de-açúcar e os resultados mostraram uma maior atividade da enzima lacase com o substrato ABTS, quando comparado às peroxidases. Após o 7 dia de cultivo a enzima foi precipitada com etanol a 50% e purificada em duas etapas por cromatografia de troca iônica (coluna Q-sepharose). A fração pura de lacase apresentou 3.264,32 U/L e 11,25 U/mg. Os resultados sugerem que a proteína nativa é uma isoenzima com massa molecular de aproximadamente 50 kDa, similar à proteína recombinante, como confirmado em análise por western blot. A atividade de lacase nativa foi determinada com o substrato ABTS por zimograma e espectrofotometria, com as constantes catalíticas Km= 0,094 mM e Vmax= 1,62 mM s-1. O pH e temperatura ótimos da enzima foram determinados como sendo 4,0 e 30C, respectivamente, com estabilidade térmica a 30°C e temperatura ideal na faixa entre 10 e 50°C. Sendo a lacase uma oxidorredutase fundamental no processo de degradação da biomassa vegetal, o presente estudo fornece informações sobre a enzima expressa por C. sativus e descreve pela primeira vez a produção, purificação e caracterização da enzima nativa deste fungo. O conhecimento de suas características e propriedades bioquímicas podem ser importantes para investigações científicas mais aprofundadas em torno da identificação e caracterização da enzima e colaborar para a otimização de processos que utilizam oxidases em coquetéis enzimáticos, tanto para a produção de etanol utilizando a metodologia 2G quanto para outros processos biotecnológicos.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Suelen de Barros Sampaio - Integrante / Felipe Santiago Chambergo - Coordenador.

  • 2016 - 2019

    Enzimas oxidorredutases do fungo Cochliobolus sp., Descrição: Durante a hidrólise enzimática da biomassa lignocelulósica são utilizadas misturas de enzimas para obter açúcares solúveis fermentáveis. As principais enzimas que compõem a mistura são: celobiohidrolases, endoglucanases, -glicosidases, -xilosidases, -arabinofuranosidases, pectinases, feruloilesterases, oxidorredutases e outras enzimas acessórias. Recentes pesquisas têm demonstrado a participação e importância de enzimas auxiliares como as enzimas oxidorredutases no processo de degradação de lignocelulose. O projeto estudou a clonagem e caracterização de enzimas oxidorredutases produzidas pelo fungo Cochliobolus sp. durante seu crescimento em meio contendo bagaço de cana-de-açúcar. O estudo de enzimas oxidorredutases com potencial utilização em biotecnologia e na hidrólise de lignocelulose permitirá o eficiente tratamento enzimático e obtenção de maior nível de açucares a partir da biomassa.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Suelen de Barros Sampaio - Integrante / Felipe Santiago Chambergo - Coordenador.

  • 2016 - Atual

    Caracterização estrutural e funcional do sítio catalítico da região N-domínio da enzima conversora de angiotensina humana., Descrição: Caracterização do sítio catalítico da região N-domínio da enzima conversora de angiotensina, quanto a sua estrutura secundária e terciária e sua atividade enzimática com análise de sua estrutura mediante as técnicas de dicroísmo circular para a estrutura secundária e fluorescência para a estrutura terciária; ensaios enzimáticos com substrato HHL e inibidor Lisinopril.. , Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa. , Integrantes: Suelen de Barros Sampaio - Integrante / Regina Affonso - Coordenador.

  • 2015 - 2016

    Expressão do sítio N-catalítico da enzima conversora de angiotensina I, Descrição: A hipertensão arterial é um importante fator de risco nas doenças cardiovasculares, tais como acidente vascular cerebral e infarto do miocárdio. Essa doença é mais comum entre as mulheres (26,9%) que os homens (21,3%) e também varia de acordo com a faixa etária, quanto mais idoso for o indivíduo, maior a probabilidade de desenvolver a doença. A produção de compostos que atuem melhor na contenção da pressão alta e de custo beneficio mais adequado para a população, é foco de intensas pesquisas. Com destaque para remédios que conseguem inibir á ECA (enzima conversora de angiotensina), responsável pelo aumento da pressão arterial que esta inserida no sistema renina angiotensina aldosterona. O Captopril é um dos inibidores mais utilizados, e atua nos sítios de ligação N e C da sECA. O intuito desse projeto foi à obtenção da região N ? catalítica da ECA em sistema de expressão bacteriano, para posteriores análises comparativas com a região cECA. Para isso, foi construído um vetor contendo o cDNA para esta região e clonado em E. coli. A expressão foi feita em meio de cultura LB, com ativação de 5h e analisada em gel de poliacrilamida. Nesta análise não foi possível a detecção da nACE com exatidão. Para confirmar a presença da proteína de interesse foi feio outro experimento, o dot bloting, que utiliza anticorpos em uma reação imunológica, para localizar a proteína de interesse.. , Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. , Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) . , Integrantes: Suelen de Barros Sampaio - Integrante / Regina Affonso - Coordenador.

Histórico profissional

Experiência profissional

  • 2016 - 2016

    Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

    Vínculo: Projeto, Enquadramento Funcional: Estudo proteínas recombinantes.

  • 2016 - Atual

    Universidade de São Paulo

    Vínculo: Mestranda, Enquadramento Funcional: Estudo enzimas oxidases fungos filamentosos

    Outras informações:
    Por sua capacidade de produzir e secretar uma mistura de enzimas durante seu crescimento em material lignocelulósico os fungos filamentosos são reconhecidos como importantes organismos no processo de degradação de biomassa, porém, estes podem ser mais, ou menos, eficientes na secreção de alguma enzima, limitando a eficiência do processo de hidrólise da biomassa como um todo. Assim, o estudo do secretoma e identificação das enzimas principais e acessórias utilizadas por estes organismos na degradação de biomassa são de grande importância para obtenção de um coquetel ideal de enzimas com maior atividade e que permita obter o maior nível de açúcares solúveis fermentáveis a partir de biomassa. A presente proposta pretende o estudo e caracterização de enzimas oxidases produzidas por fungos filamentosos durante seu crescimento em meio contendo bagaço de cana-de-açúcar. No presente relatório é descrita a identificação dos fungos Neopestalotiopsis sp, Pestalotiopsis sp e Cochliobolus sp (Bipolaris sp), produtores de enzimas oxidases, assim, como ensaios inicias de produção e determinação de atividade enzimática. Os resultados obtidos são promissores e na continuidade da proposta pretendemos avaliar a utilização destas enzimas como complemento ao coquetel de enzimas celuloliticas de T. reesei.

  • 2015 - 2015

    Centro Universitário Fundação Santo André

    Vínculo: Monitoria Voluntária, Enquadramento Funcional: Monitoria disciplina Embriologia/Histologia

  • 2015 - 2015

    Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

    Vínculo: Estágio supervisionado - IPEN, Enquadramento Funcional: Atividades biologia molecular no laboratório.

  • 2015 - 2016

    Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

    Vínculo: Bolsista - PIBIC, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica em Biologia Molecular

  • 2014 - 2014

    Fundação do Desenvolvimento Administrativo

    Vínculo: Bolsista - Estagiária, Enquadramento Funcional: Residência Educacional - Biologia e Ciências

  • 2014 - 2015

    Programa Institucional de Bolsa a Docência

    Vínculo: Bolsista - CAPES, Enquadramento Funcional: Atividades de iniciação à docência - Biologia

  • 2013 - 2014

    Prefeitura Municipal de Diadema

    Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária - Educação Ambiental